Sistema Monetário Escravo

Sistema Monetário Escravo

"O dinheiro faz o mundo girar" é uma frase famosa que mostra a importância do dinheiro e sua administração em nossas vidas diárias.Mas o que exatamente é o dinheiro? Porque é que existe uma necessidade que ele exista? Ou melhor, como ele influencia o mundo em que vivemos?
Vamos analisar a história do sistema monetário e os impactos que tiveram sobre a humanidade:


Começo do dinheiro:

 Nos tempos antigos, as pessoas não tinham pedaços coloridos de papel que o mundo moderno usa chamado dinheiro. No entanto, devido ao fato de que os seres humanos tendem a especializar-se de acordo com seus talentos, algumas pessoas produziam biscoitos e outras não, mas quem não produzia queria os biscoitos. Como obter as mercadorias que você precisa? Normalmente, você oferece sua mercadoria em troca de alguma outra coisa. Voila, o início do comércio. Pessoas negociando diretamente com as mercadorias que eles produziam: 10 frangos para obter uma vaca, pedras de minério para uma lança de caça e assim por diante.Em vez de uma moeda padronizada, eles tinham um monte de "produtos" diferentes. Algumas destas coisas, especialmente do tipo comestíveis, não duravam muito tempo, enquanto outros eram criaturas vivas e talvez um pouco grandes em termos de transporte no qual não dava para transportar em um bolso ou uma bolsa.Depois de um tempo, alguém teve a idéia de introduzir o primeiro sistema monetário na história do planeta Terra. Os benefícios de uma moeda única são bastante óbvios, mas você tem que considerar alguns fatos:O dinheiro tem de ser aceito por uma maioria do povo. Portanto, deve ser uma mercadoria que todos eles desejam. Praticamente, a moeda é muito rara, parece boa, pode ser dividida em unidades padronizadas e não apodrece nem corrói.Condições geográficas também desempenham um grande papel. As pessoas escolheram todos os tipos de moedas: as pedras com buracos, conchas, metais preciosos, ou mesmo de trigo, no caso dos egípcios.Assim, o conceito de dinheiro nasceu.
Resumindo: o dinheiro é um meio universal de troca para simplificar o comércio. O dinheiro é uma mercadoria fisicamente existente, você pode segurar em sua mão. Exemplo: uma moeda de ouro.

Metais preciosos: 

Os primeiros seres humanos usaram todos os tipos de moedas. No entanto, quando as civilizações humanas expandiram-se, e mais cedo ou mais tarde tornaran-se cientes dos vizinhos que muitas vezes usavam diferentes moedas. Normalmente, esses vizinhos também tinham produtos para oferecer e tinham necessidade de outros que não podiam produzir. Isso levou, em quase todas as partes do mundo a busca ser um vencedor no campo da concorrência monetária: os metais preciosos. Convenientemente, que ofereceu à humanidade todas as vantagens de uma moeda boa: são bonitas, são bastante raras, são imunes para a ferrugem e elas podem ser úteis derretidas em pequenas unidades conhecidas como moedas. Graças a essas vantagens, a grande maioria desejava os metais preciosos no qual se tornaram as moedas preferidas. O padrão bi-metal nasceu. Nações e civilizações inteiras foram abatidas, simplesmente porque possuíam ouro e prata, os dois representantes mais comuns da família dos metais preciosos.Infelizmente, isso também atraiu trapaceiros. Ainda pior, os exploradores foram os grandes governos que queriam estas moedas. Pela mistura de metais inúteis ou manipulando os pesos das moedas, os governos criaram o conceito chamado inflação. É verdade que foi possível obter mais moedas de uma barra, diminuindo o peso das moedas, mas o povo ou para ser mais preciso, os operadores não queriam ser enganados. Eles queriam ter uma quantidade de metais preciosos para os seus produtos e as manipulações eram um espinho em seus olhos. Assim, a confiança na moeda caiu e, mais cedo ou mais tarde, o governo teve que criar uma nova moeda. Infelizmente, as manipulações recomeçariam mais cedo ou mais tarde. Um círculo vicioso. 
Resumindo: os metais preciosos foram rapidamente preferenciais para ser o dinheiro devido às suas características e as vantagens que as pessoas tinham negociando com as moedas feitas a partir delas. As detestáveis manipulações de mercado já começaram com a ascensão das civilizações humanas. Exemplo: os romanos manipularam o mercado ao reduzir o teor de metais preciosos em suas moedas de ouro - o Aurélio. Governantes do clero também não mostraram nenhum sinal de tristeza devido essas manipulações.
Ilustração: LoanShark




Créditos com juros e juros compostos:
Mesmo nos tempos antigos, o dinheiro foi mal distribuído. Uma pequena porcentagem de seres humanos eram incrivelmente ricos, enquanto o resto tinha de viver com pouco. Os ricos nunca estavam satisfeitos com o dinheiro que tinham, mesmo que já possuissem mais dinheiro do que jamais poderiam gastar em suas vidas. No entanto, eles estavam constantemente procurando formas de aumentar seus lucros. O que é mais evidente do que emprestando algumas de suas riquezas para as pessoas carentes e cobrando algo para o seu "inconveniente"? Embora algumas instituições bancárias, como já eram conhecidas por um grande número de civilizações primitivas, o verdadeiro início destas instituições pode ser rastreada até o século 13, especialmente nas cidade-estados da Itália, famosos por negociações. Claro, loansharks* trabalhando em nome dos ricos já estavam em torno de "servir" a sociedade, oferecendo a forma do rico investir dinheiro, emprestando-o aos pobres cobrando uma taxa de juros. O pobre tinha o seu dinheiro (mas teve de pagar juros), os ricos ganharam alguns percentuais, mas os 
"loansharks" tinham a maioria dos interesses. Eram eles que emprestavam seu dinheiro? Será que ele assumiriam um risco? Apesar desses fatores, obteve-se um nariz de ouro. Mais tarde, os bancos adotaram este esquema, mas estranhamente, foram considerados instituições sérias, não bastando, eles copiaram o trabalho dos loansharks. (* Um tubarão de empréstimo "loanshark" é uma pessoa ou entidade que oferece empréstimos sem garantia, com altas taxas de juros para os indivíduos, muitas vezes, impõe o reembolso através de chantagem ou ameaças de violência.)

Se você acha que os interesses são maus, então você vai ficar chocado com o próximo passos lógicos, pelo menos nas mentes das pessoas gananciosas: juros compostos. Pagamento de juros com base no montante do empréstimo + os interesses anteriores. Isso é uma função exponencial que mais cedo ou mais tarde provocará um grande problema.
Um exemplo brilhante para experimentar o efeito venenoso dos juros compostos: 

2000 anos atrás, um homem tomou um crédito no valor de 1ct. A taxa de juro encontra-se em 5%. 
15 anos depois, ele estaria em débito com o banco em 2cts.30 anos depois, estaria devendo 4CT. 
1450 anos depois, ele teria que pagar de volta o planeta terra feito de ouro puro. 
Atualmente, o banco iria pedir 286 bilhões de planetas banhados em ouro puro.
Infelizmente, os seres humanos não vivem o tempo suficiente para serem capazes de acumularem essa dívida gigantesca. No entanto, ela diz muito sobre os juros compostos. Mesmo que um ser humano pudesse viver 2000 anos, pergunte-se: Onde é que iria ser retirada essa quantia não-existente de ouro ? 

Seria impossível!
 

Aqui está outro exemplo muito popular mostrando como o sistema de juros funciona.
Imagine um planeta com 10 formas de vida e um pedaço de couro vai ser transformado em uma moeda. 
O couro é dividido em 100 partes iguais por um banco que empresta 10 peças para cada forma de vida. Após um determinado período de tempo, eles têm que pagar as peças + juros de 10% para o banco. 
Será que você conseguiria fazer isso? As 10 formas de vida têm de reembolsar 110 peças, embora apenas 100 existem. Para que os demais possam pagar o empréstimo, pelo menos uma das formas de vida tem que perder as suas 10 peças. Alternativa: assumir outro empréstimo.Como você pode ver, o banco sempre ganha e a humanidade sempre perde. As pessoas trabalham tão duro para poderem pagar o empréstimo - que ficam ocupados para questionar o sistema que é injusto e desumano -, enquanto algumas pessoas ficam ricas sem levantar um dedo. Isso é um círculo vicioso! 
Resumindo: devido à injusta repartição do dinheiro e do regime de crédito, as pessoas pobres podem ser escravizadas pelos juros e juros compostos. Eles trabalham duro e não tem tempo para questionar o sistema.

Papel-moeda e bancos:No século 13, várias forças, especialmente as cidades-estados italianas e os Templários, lançaram as bases para o sistema bancário moderno. Em vez de transportar todo o ouro e moedas de prata em baús pesados, os novos bancos ofereceram espaço de armazenamento enquanto distribuíam um pedaço de papel que significava uma certa quantidade do metal precioso. Ao apresentar o documento em um banco, você sempre recebia a quantidade de metais preciosos escritos. Muito prático, não é? Os bancos também assumiram o papel dos LoanSharks. Eles guardavam o ouro do rico e emprestavam-no para as pessoas que tinham necessidade.No entanto, é realmente seguro para confiar todo o metal precioso nas mãos de algumas organizações poderosas? Enquanto os templários eram conhecidos como a mais nobre das ordens religiosas, os bancos normais, certamente não eram. Qual é o problema, você pode perguntar? Bem, você tem certeza que o armazenamento do banco de metais preciosos era sempre em equilíbrio com os montantes por escrito sobre os documentos distribuídos? Faça o seu palpite. Felizmente, muitas pessoas retiraram dinheiro de um banco de trapaça que não tinha bastante metais e foi rapidamente exposto e fechado. 

Resumindo: enquanto distribuem papéis de armazenamento - a nota do banco. Esta nota intitulada lhe da uma certa quantia de dinheiro físico que você poderia pegar do banco sempre que precisasse.
 
Os bancos centrais e a morte do padrão bi-metal:
No século 19, alguns poderes decidiram regulamentar o dinheiro com a ajuda dos bancos centrais. Você provavelmente pode adivinhar o que eles deveriam conseguir: preços estáveis, moedas e mercados. O FED é provavelmente o mais (não)famoso dos bancos centrais.
Em meados do século 19, surpreendentemente, após a fundação de bancos centrais, a prata foi lentamente assassinada, marcando a morte do velho padrão bi-metal. Agora, o ouro era a única moeda do mundo. Cada nação usava moedas de ouro com mais ou menos desse famoso metal precioso.
Resumindo: os bancos centrais foram criados para "regularizar" o dinheiro. Rapidamente, depois disso, a prata desapareceu como um meio de pagamento. Qual será a próxima?


A morte do dinheiro e a introdução da moeda fiduciária:
No entanto, isso não era bom o suficiente para os bancos centrais. Eles desejavam criar uma ferramenta muito sinistra de escravidão que era necessária para assassinar o ouro, a última barreira de pé na frente da dívida perpétua. Surpreendentemente, a I Guerra Mundial eclodiu e foi mais uma vantagem maravilhosa para gerar dinheiro: as guerras são problemáticas.Ao privilegiar o dinheiro em moeda, você só tem uma certa quantidade de ouro e prata. Não é possível criar magicamente como o ouro tanto quanto você precisaria para sustentar todas as tropas, munições e máquinas de guerra. Guerra é geralmente uma empresa não unilateral para gerar dinheiro - exceto para o saque. Portanto, uma longa guerra literalmente queima dinheiro -> Falência e as tropas de saqueadores.No entanto, existe uma solução para isso: dinheiro do nada, também conhecido como moeda fiduciária que pode ser traduzida para: "Haverá dinheiro". Soa como magia negra.Muitas nações tiveram experiências com moeda fiduciária antes - especialmente em tempos de guerra - mas mais cedo ou mais tarde, terminava em desastre quando não havia como voltar para o dinheiro real, físico. Afinal, por que você deve confiar em um pedaço de papel que pode ser multiplicado em abundância? Um dos pré-requisitos do dinheiro real é a sua raridade. algo que todos tem em abundância é considerado bastante inútil. Mesmo o grande poeta Goethe já nos avisou da moeda fiduciária, e quais conseqüências poderiam infligir a nós em sua famosa obra "Fausto Parte II". Lá, Mefistófeles inventou dinheiro para ajudar o imperador. Primeiro, parecia um milagre, mas depois apareceu o caos. 
Os bancos centrais não eram nada mais do que instituições lideradas por banqueiros privados - muitas vezes ligadas a certas sociedades secretas - dedicadas a criar o sistema escravista final - a moeda fiduciária.A moeda fiduciária apaga o dinheiro real. Apenas o dinheiro-papel continuou, mas o dinheiro real foi morto.Papel é uma mercadoria maravilhosa. Ele pode ser facilmente copiado se você precisar mais dele. No "freio do ouro" não havia mais ninguém que pudesse parar a impressão dos dinheiro-papeis em excesso. Agora as guerras são muito mais fáceis para financiar e ao poder dos bancos centrais foram para o topo. Os perdedores eram, como sempre, o mais óbvio, pessoas honestas e trabalhadoras. Uma moeda que pode ser multiplicada, sem qualquer tipo de mecanismo de controle, não iria existir por muito tempo. Poupar dinheiro não era lucrativo, pois fluxos descontrolados de dinheiro iriam terminar em um período de hiperinflação. Exemplo: 1920. Durante esse tempo, muitos proprietários de imóveis tiveram que vender suas propriedades e empresas por uma maçã e um ovo. O comprador: normalmente os grandes bancos, que criaram a inflação com a ajuda de algumas manipulações de mercado. Essa é a verdadeira finalidade da moeda fiduciária -> a tortura e a exploração.
Resumindo: os bancos centrais conseguiram criar uma moeda desvalorizada que as pessoas acreditavam nela, mas que geraram dívidas gigantescas. É o direito que você tem de nada, como o papel de armazenamento era transformado livremente pelos bancos em dinheiro. A sexta-feira negra, alguns afirmam que foi iniciada por Goldmann Sachs, que  criou um período de hiperinflação, permitindo que os bancos mais baratos comprassem empresas e ações. Posteriormente, um novo ciclo foi iniciado.


"Book Money" :


O dinheiro do livro é o próximo passo lógico e o atual do sistema de moeda. A introdução dos computadores ofereceram muitas novas possibilidades para eles explorarem as pessoas. Em vez de manter grandes quantidades de notas e moedas no cofre, o dinheiro está entrando em um computador onde só existe a partir de dados eletrônicos. Embora exista um número no seu extrato de conta, você não pode presumir que a contrapartida exata pode ser encontrada no cofre do banco. Dado que as pessoas não retiram todo o seu dinheiro ao mesmo tempo, assim os bancos tiveram a idéia de emprestar ainda mais dinheiro para os necessitados. No caso de ter alguém pedindo notas ou moedas, uma reserva de 2-10% é mantida enquanto o resto não existe fisicamente o que significa que é mais ilusório do que dinheiro real. Afinal, é fácil de introduzir alguns números em um sistema de computador.Hoje, se você guardar uma quantia em sua conta, o banco empresta seu dinheiro, a "moeda" de papel para cada dez pessoas ao mesmo tempo - um processo chamado de operação bancária fracionária - 10 agarrando as taxas de juros de uma só vez, enquanto que muitas vezes ainda tem que pagar mais taxas. Assim, os bancos jogam com um monte de montantes inúteis que podem facilmente se multiplicar, os estados são colocados em dívida perpétua, graças aos juros compostos e as pessoas que estão demasiadamente ocupadas em pagar de volta as suas taxas de hipoteca, ao invés de perceberem como estão sendo explorados pelos banqueiros. 
Resumindo: "Book Money" só existe eletronicamente. Para cada 10 dólares registrados no computador, apenas um papel de dólar ou moeda existe. Os bancos multiplicam os números como bem entenderem, criando um sistema monstruoso e tornando-os incrivelmente ricos, enquanto nós estamos constantemente a perder "dinheiro", devido à inflação.
As pessoas comuns perdem sempre, os ricos são felizes porque eles ganham alguns percentuais, emprestando a sua abundância de "riqueza", e os bancos são ainda mais felizes porque este sistema corrupto
monetário escravo realmente só os beneficia. Eles nem sequer têm que levantar um dedo, para se tornarem cada vez mais ricos.

Somos contra esse sistema. 

Muitos me perguntam sobre a pirâmide encontrada na nota do dólar e dizem ser o símbolo illuminati, que eles que são ruins. Já tentaram ver além e pensar que a Velha Ordem Mundial tomou conta de certas simbologias mudando seu signifcado para seu próprio favor ? Farei um artigo em breve sobre este tema.

Nenhum comentário:

Postar um comentário